Júri

Os filmes da Mostra Competitiva do 1° Metrô – Festival de Cinema Universitário Brasileiro serão avaliados por dois júris: o Júri Técnico, composto por três membros atuantes em distintos campos cinematográficos (pesquisadores, jornalistas, diretores, produtores) e o Júri Universitário, formado por seis alunos de variadas instituições de Curitiba.

Os dois júris escolherão, em separado, quatro curtas-metragens da Mostra Competitiva para receber o Troféu Passagem. Três troféus serão entregues pelo Júri Técnico e um pelo Júri Universitário. Não há divisão por categorias nem hierarquia entre os prêmios. Os critérios são inteiramente livres e cabe aos júris decidir (e justificar) quais filmes se destacaram no Festival.

 

JÚRI TÉCNICO

cris_senn.jpg
Cristiane Senn
Produtora cultural, educadora e fotógrafa. Formada em Comunicação (2007) e em Cinema (2012), ministra cineclubes e oficinas de cinema e fotografia para crianças e adolescentes em projetos como o ‘Frame a Frame’, (2015, Sesc Paço/Tambor Multiartes) e o ‘Lá Longe, Aqui Perto – Cinema nos Faxinais’ (em curso). É coordenadora do Núcleo de Crítica de Cinema, e produtora dos projetos Ficção Viva, do Núcleo de Audiovisual Sesi PR (2012-2015), do Núcleo Criativo Aqui e Lá (2016-2017, FSA/Ancine/Tu i Tam Filmes) e dos documentários ‘A Última das Minas’ (2015, média), de Larissa Figueiredo e Rafael Urban e ‘A Grande Nuvem Cinza’ (2016, longa), de Marcelo Munhoz.
debora.jpg
Débora Opolski
Professora da Universidade Federal do Paraná – UFPR, atua principalmente com edição de som para cinema e televisão. Autora do livro ‘Introdução ao desenho de som’, publicado pela editora da UFPB em 2013. Possui graduação e mestrado em Música pela UFPR e doutorado em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná – UTP. Foi bolsista CAPES/Fulbright desenvolvendo projeto de pesquisa sobre edição de diálogos na University of Southern Califórnia – USC (08/2015 a 04/2016).
gustavo.jpg
Gustavo Ulisse
Formado em Cinema e Audiovisual pela FAP/UNESPAR. Dirigiu os curtas-metragens ‘Repol’, ‘Bodas de Prata’ e ‘Para onde foram os pássaros’. Atualmente, divide seu tempo entre estudar arquitetura e tocar a vida.
 


JÚRI UNIVERSITÁRIO

Bianca Sayuri (Unespar)
Bruno Fernandes (Unespar)
Fabiana Todeschini (Unibrasil)
Matheus Petris (IFPR)
Stefano Lopes (Unespar)
Vinicius Gomes  (Unespar)

 


 

O Troféu Passagem

Para elaborar os prêmios do 1° Metrô – Festival de Cinema Universitário de Curitiba, convidamos o artista de plástico e poeta Glauco Tyradentes. O resultado, em forma de troféu, é a obra “Óleo sobre tela industrial n°”.

O cinema, mesmo, nunca existiu. O que houve é outra coisa. E o que há, desconheço.
A grande picardia é tomar para si. E o sfumato mágico e industrial é a nova onda. Quem viver, morrerá pra ver.”

G. Tyradentes

Bem… compreendemos apenas parcialmente o que quis dizer nosso Glauco, mas, quem é que pode entender tudo, não é mesmo?