Estação FBCU / Sal Grosso

O Festival Brasileiro de Cinema Universitário (FBCU) é o mais tradicional festival universitário do país. Em 2017, chegou a sua 20ª edição. O FBCU nasceu a partir da realização conjunta de um curta-metragem, em 1995, cuja equipe reunia estudantes dos três cursos então existentes do país: UFF, ECA-USP e FAAP.

Anos depois, contagiados por essa experiência, foi criado o Projeto Sal Grosso. De uma oficina de roteiros executada durante o festival, um projeto é escolhido para ser filmado, com  produção do Festival. A equipe técnica é composta por estudantes das diversas escolas de cinema do Brasil que participaram da Competitiva Nacional. O curta-metragem resultante do projeto tem estreia garantida na edição seguinte do FBCU.

Este ano, o Metrô exibe os 11 filmes realizados neste projeto ao longo dos anos.

SEXTA-FEIRA, 13 DE OUTUBRO
14h30 – ESTAÇÃO FBCU/SAL GROSSO – SESSÃO 01 – 77’

Bem Vindo a Sal Grosso, de Carlos Sanches, Felipe Whitaker Salles e Malu Dias Marques (1995 – 5’)
GOD.O.TV, de Carlos Dowling (2002 – 17’)
Procurando Falatório, de Luciana Tanure (2003 – 14’)
Concerto Número Três, de Marco Dutra (2004 – 13’)
Sobre a Maré, de Guile Martins (2005 – 14’)
A Goiabeira, de Ed Lopez (2006 – 14’)
 


SÁBADO, 14 DE OUTUBRO
14h30 – ESTAÇÃO FBCU/SAL GROSSO – SESSÃO 02 – 79’

Esconde-Esconde, de Álvaro Furloni (2007 – 14’)
Necessidade, de Igor Souto (2008 – 8’)
Água Viva, de Raul Maciel (2009 – 14’)
Feliz desaniversário, de Fábio Souza (2010 – 12’)
Eu Nunca Deveria Ter Voltado, de Eduardo Morotó (2011 – 15’)
– Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco (2012 – 16’)
 
CINEMATECA DE CURITIBA
Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco, Curitiba